IBGE: Produção industrial sobe em 6 de 14 locais em outubro

indústria brasileira registrou crescimento de produção em apenas seis dos 14 locais pesquisados em outubro, na comparação com setembro deste ano, de acordo com dados da Pesquisa Industrial Mensal - Regional (PIM-Regional), divulgada na manhã desta sexta-feira (8) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em outubro, frente a setembro, a produção industrial teve alta de 0,2%, como divulgado pelo IBGE no início da semana. Nesta sexta-feira, o instituto informa os resultados do setor detalhados por unidades de federação.

Segundo o IBGE, a maior variação positiva ocorreu no Amazonas (+3,9%), que eliminou a queda de 0,5% observada em setembro último. Também avançaram no mês, Santa Catarina (+1,6%), Ceará (+1,2%), Rio de Janeiro (+0,6%), Espírito Santo (+0,5%) e Goiás (+0,1%).

Dos destaques negativos, a indústria da Bahia produziu 7% a menos em outubro, ante setembro, após já ter recuado 1,7% no mês anterior. Também em campo negativo estão Pernambuco (-2,1%), Minas Gerais (-1,2%), São Paulo (-1,2%), Pará (-1,0%), Rio Grande do Sul (-0,6%) e Paraná (-0,1%). A região Nordeste, como um todo, também teve queda na produção de 0,6%. 

Quando comparado ao mesmo período de 2016, houve alta de produção em dez de 15 locais pesquisados. Nessa base de comparação, a produção do setor apresentou crescimento de 5,3% pela média nacional.

No confronto com igual mês do ano passado, destacaram-se Mato Grosso (+29,1%) e Pará (+17,1%). O primeiro, apoiado na produção de alimentos (tortas, bagaços, farelos e outros resíduos da extração do óleo de soja, óleo de soja em bruto, carnes de bovinos congeladas, frescas ou refrigeradas, carnes e miudezas de aves frescas ou refrigeradas e rações). O segundo, na indústria extrativa (minérios de ferro em bruto ou beneficiados). 
 

Fonte: IABr
Seção: Economia
Publicação: 11/12/2017