CSN aumenta preço do aço para rede de distribuição em 12%

A rede de distribuição, que fornece aço especialmente para a pequena indústria, se manifestou contra, mas a Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) seguiu em frente com seu plano de aumentar o preço da matéria-prima. Nessa semana, os distribuidores que compraram aço plano da usina já pagaram 12% mais. Aguarda-se, agora, que a Usiminas siga o mesmo caminho e anuncie reajuste na próxima semana. Procurada, a CSN não comentou.

Sobre a venda das ações da Usiminas

CSN (CSNA3) – A CSN afirmou que não há “qualquer ato vinculante” na potencial venda das ações da Usiminas (USIM5) que possui. Mais cedo, o jornal O Estado de S. Paulo publicou que os bancos  Bank of America Merrill Lynch e Morgan Stanley estavam considerando compra até o fim da participação da Siderúrgica na companhia de aço.

Fonte: Estadão
Seção: Siderurgia
Publicação: 11/01/2018